PALÁCIO DO ITAMARATY: UMA LEITURA ENQUANTO OBJETO ESTÉTICO

Autores

  • Taciane Cristine Guimarães Campelo UNIP

Resumo

O presente artigo tem por objetivo apresentar uma análise do Palácio do Itamaraty enquanto obra de arte, enquadrando dentro das categorias da obra Conceito Fundamental da História da Arte, de Heinrich Wolffin. Tal taxonômia tem como contribuição a aplicação de uma metodologia e o fornecimento de uma objetividade às expectativas estéticas da arquitetura. Por fim, traz-se à baila, através da assimilação das supracitadas categorias, atividade ponderativa, produzindo emissão de valor sobre as impressões que o objeto de estudo emite ao observador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Edição

Seção

Artigos