A CONCINNITAS, O DECORO E A CIDADE

Autores

  • Carolina Borges Universidade Católica de Brasília

Resumo

Fachadas de templos que ornamentavam
a cidade clássica formavam cenários, onde
pilares e estuques eram configurados
com o objetivo de engrandecer essas arquiteturas,
e consequentemente, o poder
do Estado. No tratado do arquiteto romano
Marco Polo Vitrúvio, a arquitetura era
entendida do ponto de vista da cidade, e
esta deveria ter tal configuração que indicasse
uma ordem e um decoro. Nesse
sentido, a arquitetura teria um papel cívico,
atuando diretamente em questões éticas,
que são inseparáveis da estética.


Palavras-chave: Vitrúvio, Alberti, decoro,
concinnitas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-05-16

Edição

Seção

Artigos