CIDADE E CIDADANIA SOBRE O RECONHECIMENTO DE BRASÍLIA COMO FATO ESTÉTICO – ENSAIO DE INTERPRETAÇÃO

Autores

  • Matheus Gorovitz Universidade Católica de Brasília

Resumo

Apreciada como fato estético, fruto da
imaginação artística, Brasília refere-se ao
mundo não tal como é, mas como se quer
que seja, expressa antes as aspirações do
que as realizações de uma determinada
civilização, prevalece o sentido de Utopia.
Suscita a questão da liberdade diante das
limitações sociológicas e psicofisiológicas.
O grau de integridade ou desintegração
social do contexto que a origina não é determinante.
Descrita como obra de arte
será ajuizada pela beleza, a decodificação
não depende de fatores extrínsecos ao
objeto, mas da reunião das partes compondo
um todo autônomo, único e coerente
com o sentido geral intencionado
e objetivado pelo projeto. Invariavelmente
o sentido geral encerra uma proposta de
convivência. Como fator de sociabilidade,
ao promover a intersubjetividade pela
partilha do sensível, Brasília contribui, no
plano da criação artística e no quadro do
ideário moderno, para engendrar a cidadania.


Palavras-chave: Brasília, Cidadania, Estética

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-05-16

Edição

Seção

Artigos