Determinantes da Inovação na Região Sul do Brasil de 2004 a 2016: uma perspectiva partir das Leis Estaduais de Inovação

Pedro Henrique Batista de Barros, Adirson Maciel de Freitas Junior, Cleise M. Tupich Hilgemberg

Abstract


Este trabalho buscou encontrar os determinantes da inovação na região Sul do Brasil de 2004 a 2016 e o impacto da positivação das Leis Estaduais de Inovação no PR, SC e RS em 2012, 2008 e 2009, respectivamente. Estimou-se uma função de produção de conhecimento por meio de um modelo de regressão com dados em painel, utilizando-se como como proxy o número de patentes de inovação. Os resultados apontaram que as leis estaduais de inovação foram atributos que auxiliaram na consolidação de seus respectivos ambientes inovativos. Além disso, constatou-se que o Paraná, último estado da região a criar sua lei, perdeu relevância no Sistema de Inovação da região Sul, relativamente aos demais estados. Por fim, na explicação da produção de conhecimento, destacaram-se:  a quantidade de P&D empreendida pelo setor privado, a quantidade de pesquisadores mestres e doutores e a densidade de emprego, proxy para a externalidade de aglomeração.


Keywords


Sistema Regional de Inovação; Leis de Inovação; Função de Produção de Conhecimento.



DOI: http://dx.doi.org/10.31501/ealr.v12i3.10091

Economic Analysis of Law Review  -  ISSN 2178-0587

Creative   Commons License Catholic University of Brasília - UCB