Perfil social, demográfico e criminal de jovens praticantes de crimes econômicos nos estados do Paraná e Rio Grande do Sul

Authors

  • Alexandre Luiz Schlemper IFPR - Instituto Federal do Paraná
  • Pery Francisco Assis Shikida Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Maria Leonor da Silva Carvalho Universidade de Évora

DOI:

https://doi.org/10.31501/ealr.v11i1.10167

Abstract

O objetivo geral deste trabalho consistiu em analisar o perfil social, demográfico e criminal de jovens (de 18 a 23 anos) condenados ou presos em regime provisório, acusados de crimes econômicos, que atualmente cumprem pena ou aguardam julgamento em estabelecimentos carcerários brasileiros do Paraná e Rio Grande do Sul. Metodologicamente foram realizadas entrevistas com aplicação de questionário a 209 detentos, cujos dados foram tratados por estatística descritiva. Os resultados demonstraram que as principais características das pessoas que cometeram o “crime jovem” foram: solteiro; cor branca; de origem urbana; estudaram até o ensino fundamental; os pais estavam separados; possuíam uma renda entre 1 e 2 salários mínimos; sendo usuários de bebida alcoólica, cigarro e drogas ilícitas. Acerca da atividade criminosa, o tráfico de drogas e o roubo/assalto se destacaram, sendo motivados, mormente, pela ideia de ganho fácil. Muitos possuíam arma de fogo, sendo sua atuação ilícita feita em parceria. São majoritariamente reincidentes, não acreditam na eficácia do sistema judiciário, sendo a favor da legalização das drogas, atribuem à ação da polícia o insucesso de sua prática criminosa, se dizem religiosos mas não praticantes.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2020-10-18