IDENTIDADE, RECONHECIMENTO E PERSONALIDADE: EMPREENDEDORISMO DA MULHER NEGRA

Dirceu Pereira Siqueira, Danilo Henrique Nunes, Fausto Santos de Morais

Abstract


O empreendedorismo é compreendido como uma atividade de cidadania e participação social, o que significa que as atividades empreendedoras não devem ser segregadas no contexto socioeconômico no qual o país está envolvido. Ao longo da história ou empreendedorismo, foi concebida como uma atividade voltada principalmente para homens brancos e que dispõem de recursos financeiros, excluindo a população negra e a população feminina nesse contexto. No entanto, com o andamento do tempo, foram exibidas opções para uma maior participação das atividades menores empreendidas, principalmente com o surgimento de novas constituições químicas como o Microempreendedor Individual e as Micro e Pequenas Empresas. O presente estudo irá versar exclusivamente sobre o empreendedorismo da mulher negra, compreender a dualidade desafiadora enfrentada por esse perfil de empreendedora: ela deve superar os obstáculos no primeiro lugar por ser mulher; e em segundo lugar por ser afrodescendente. Para tanto, será destruído ou contexto o que mais afetou e dificultou a vida dos afro-empreendedores, além da elaboração de propostas que contribuíram para otimizar o empreendedorismo feminino negro no Brasil, passando pelas aberturas de empresas utilizadas.


Keywords


Empreendedorismo Negro; A mulher negra como empreendedora; Desafios e Oportunidades.



Economic Analysis of Law Review  -  ISSN 2178-0587

Creative   Commons License Catholic University of Brasília - UCB