FATORES ECONOMICOS E POLÍTICOS NA POLÍTICA ANTIDUMPING NO BRASIL

Authors

  • Guilherme Penha Pinto PPGE/PUC-RS
  • Andre Carraro UFPel

DOI:

https://doi.org/10.31501/ealr.v7i1.6376

Abstract

O presente artigo tem como objetivo verificar a existência de relação empírica entre políticas antidumping e fatores macroeconômicos. Com o arcabouço teórico e empírico da literatura nacional e internacional sobre o tema antidumping, focalizou-se o caso brasileiro. Analisou-se a hipótese de que os interesses das indústrias estão refletidos nas decisões dos processos antidumping no Brasil. Através de uma modelagem econométrica, utilizando os modelos logit e probit, verificou-se que as decisões do Governo brasileiro não estão, significativamente, correlacionadas aos cenários macroeconômicos e políticos, não refletindo os interesses da indústria nacional, mas resultando em indícios de preservação das relações comerciais com os parceiros preferenciais.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Guilherme Penha Pinto, PPGE/PUC-RS

Departamento de Economia PUC/RS

Andre Carraro, UFPel

Programa de Pós Graduação em Organizações e Mercados

Departamento de Economia

Published

2016-10-13