CARACTERÍSTICAS PESSOAIS E PROBABILIDADE DE VITIMIZAÇÃO

Marcio Antonio Salvato, Ari Francisco Araujo Junior, Guilherme Rabello Silva

Abstract


Após apresentar uma introdução sobre teorias de vitimização e uma breve revisão de literatura sobre o tema, este artigo realiza exercícios empíricos sobre a influência de características pessoais na probabilidade de um indivíduo ser vítima de crimes de roubo, furto e agressão. Para tanto, foram consideradas informações das características pessoais dos indivíduos contidas na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2009 para o Brasil. Tem maior probabilidade de serem vitimados, em geral: pessoas do sexo masculino, na faixa de idade entre 18 e 30 anos, solteiros e separados, níveis de renda e de escolaridade mais elevados, residentes na região Norte do país.

Keywords


Teorias de Vitimização, roubo, furto, agressão, vítima



DOI: http://dx.doi.org/10.31501/ealr.v7i1.6927

Economic Analysis of Law Review  -  ISSN 2178-0587

Creative   Commons License Catholic University of Brasília - UCB