A Teoria da Perda de uma Chance e a Microeconomia

Paulo Franco, Antonio Maristrello Porto

Abstract


O valor das indenizações determinadas pelos juízes é, constantemente, alvo de críticas e discussões (citar). A pergunta que antecede e que alimenta esse debate é a seguinte: Indenizar o quê? A resposta simples e vazia seria: o dano. O Judiciário já trabalha com muitos tipos de danos indenizáveis, como os morais e materiais, os danos emergentes, os lucros cessantes e a perda de uma chance. E esta última espécie de dano, coberta pela doutrina da perda de uma chance, será nosso foco no presente artigo. Especialmente, a proposta é realizar uma análise econômica de tal doutrina, utilizando, sobretudo, o conceito de custo de oportunidade para completar ou expandir esse conceito.




Economic Analysis of Law Review  -  ISSN 2178-0587

Creative   Commons License Catholic University of Brasília - UCB