CAPACIDADE ANAERÓBIA DE ATLETAS ADOLESCENTES DE FUTEBOL EM EXERCÍCIO MÁXIMO INTERMITENTE

Bruno Manfredini Baroni, Ernesto Cesar Pinto Leal Junior

Resumo


Introdução: O futebol é um esporte de característica intermitente onde as capacidades aeróbia e anaeróbia são fundamentais para o bom desempenho dos atletas. Objetivo: O estudo objetivou analisar a capacidade anaeróbia de atletas de futebol entre 15 e 17 anos em exercício intermitente. Métodos: Um total de 35 atletas de futebol (15,54±0,70 anos; 64,17±7,32 kg; 172,57±6,21 cm) realizou o protocolo constituído de três séries do Wingate Anaerobic Test (WAnT) intervaladas por dois minutos de repouso. O WAnT é um protocolo validado internacionalmente que consiste em 30 segundos de exercício máximo em ciclo-ergômetro com uma carga correspondente a 7,5% da massa corporal do sujeito. Foram analisadas as variáveis Potência Pico, Potência Média e Índice de Fadiga em cada uma das três séries de WAnT e os valores obtidos foram comparados através de uma ANOVA para medidas repetidas. Resultados: Foram encontradas diferenças significativas (p<0,001) entre as três séries para Potência Pico e Potência Média; e entre a primeira e a segunda série para o Índice de Fadiga. Conclusão: Tais resultados demonstram a influência da fadiga muscular proporcionada pelo exercício máximo intermitente. O protocolo utilizando é mais exigente que o WAnT tradicional e permite uma avaliação mais completa dos atletas.

Palavras-chave


Desempenho Atlético; Adolescente; Futebol.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v17i3.1012

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement