O EXERCÍCIO FÍSICO NO CONTROLE GLICÊMICO DE DIABÉTICOS FREQÜENTADORES DO PROGRAMA PÉ-DIABÉTICO NO HOSPITAL REGIONAL DE TAGUATINGA

Rafael André Araújo, Adriana Cristina Barriviera Prada, Claudio Olavo de Almeida Córdova, prada A Francisco

Resumo


O objetivo desse estudo foi verificar o papel do exercício aeróbio no controle glicêmico em diabéticos freqüentadores do Programa Pé-Diabético no Hospital Regional de Taguatinga, DF. Trata-se de um programa referência Nacional e Internacional. A amostra de conveniência foi constituída por 30 diabéticos (tipo 2), sendo 20 mulheres e 10 homens (50 a 60 anos). A glicemia foi aferida por glicosímetro portátil (modelo Advantage, Brasil). As analises estatísticas foram realizadas por ANOVA Two Way para amostras independentes, com nível de significância p ? 0,05, e analisados no programa Microcal Origin, versão 8.0. Valores glicêmicos no pré-teste para homens (500 ± 180 mg/dL-1) e mulheres (467 ± 290 mg/dL-1) não diferiram estatisticamente entre grupos. Por outro lado, os resultados no pós-teste revelaram que os grupos reduziram significativamente (p ? 0,05) as médias glicêmicas comparados ao pré-teste. Conclui-se que o exercício aeróbio associado à alimentação saudável pode contribuir com o controle glicêmico de diabéticos.

Palavras-chave


Exercício Aeróbio, Diabetes Mellitus, Glicemia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v17i2.1026

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement