REVISÃO SISTEMÁTICA SOBRE FORMAÇÃO DE TREINADORES DE GINÁSTICAS COMPETITIVAS

Autores

  • Adriely Gonçalves Orlando Universidade Estadual de Maringá
  • Bruna Paz UEM
  • Ademir Faria Pires UEM
  • Ieda Parra Barbosa Rinaldi UEM

DOI:

https://doi.org/10.31501/rbcm.v28i4.10600

Resumo

A presente revisão sistemática objetiva investigar como as produções do conhecimento que envolve as ginásticas competitivas têm discutido a temática formação continuada de treinadores. O estudo seguiu as etapas da revisão sistemática e a coleta foi realizada nas bases de dados Lilacs, Scielo, Web of Science, Scopus e SportDiscus, utilizando os termos “formação profissional, ginástica, professional training e gymnastics” no período de 1987 a 2018. Dentre os cinco artigos selecionados, quatro abordam a ginástica artística e um a ginástica rítmica, não sendo encontrados estudos de outras ginásticas, identificando que são escassos os estudos que tratam especificamente sobre a formação de treinadores de ginásticas competitivas. Os estudos abordam problemáticas do campo da educação física e esporte, como a fragilidade dos conteúdos sobre a formação de treinadores nos cursos de bacharelado em educação física. Destaca-se a necessidade de uma formação continuada específica para os profissionais atuantes nas ginásticas competitivas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ieda Parra Barbosa Rinaldi, UEM

Possui doutorado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP (2005), mestrado em Educação Física pela UNICAMP (1999), especialização em Educação Física Infantil pela Universidade Estadual de Maringá - UEM (1990) e graduação em Educação Física pela UEM (1988). Atualmente é professora Associada-tide B do Departamento de Educação Física da UEM, líder do Grupo de Pesquisa Gímnica: formação, intervenção e escola DEF/UEM/CNPq. Suas pesquisas voltam-se para os estudos socioculturais e pedagógicos em Educação Física por meio da investigação de fenômenos da cultura de movimento a partir do viés das ciências humanas e sociais, tendo como enfoques: as manifestações corporais (jogos, brincadeiras, danças e ginásticas) e a educação física (dimensão educacional e formação profissional). É avaliadora do INEP - SESU - MEC para comissões de autorização e reconhecimento de cursos em educação física. É revisora da Revista Movimento, da Revista Brasileira de Ciências do Esporte, da Revista Pro-posições, da Revista Pensar a Prática, da Revista Brasileira de Educação Física e Esporte e da Revista da Educação Física/UEM.

Downloads

Publicado

2021-08-31

Edição

Seção

Artigo de Revisão