AVALIAÇÃO DO EFEITO DO EXERCÍCIO AERÓBICO NA MARCHA DE INDIVÍDUOS HEMIPARÉTICOS

Renata de Sousa Mota, Jamille dos Santos Bitencourt, Tatiana Maíta Alves Conceição, Fabrício Bruno Cardoso, Iris Lima e Silva, Heron Beresford

Resumo


As doenças cerebrovasculares apresentam altas incidências no Brasil sendo a hemiparesia uma das seqüelas mais incapacitantes. A marcha hemiparética é caracterizada pela baixa velocidade, padrões assimétricos, déficit de equilíbrio, propriocepção, força muscular e um alto custo energético. O treino da deambulação em indivíduos vitimados de acidente vascular cerebral (AVC) é um dos primeiros alvos da reabilitação. O objetivo desse estudo foi avaliar a eficácia de uma intervenção fisioterapêutica por meio da utilização de exercícios aeróbicos voltados para capacitação funcional, e assim, poder facilitar a reabilitação da marcha de indivíduos hemiparéticos crônicos por seqüela de AVC. Este estudo foi desenvolvido por intermédio do desenho ou modelo experimental de pesquisa que permitiu avaliar a capacidade funcional da marcha através do teste de caminhada de seis minutos. A velocidade média e a distância percorrida foram os parâmetros selecionados e analisados com auxílio dos recursos da estatística descritiva, sendo estabelecido o índice de significância (?=0,05). Foi observado como resultados valores superiores da distância percorrida e da velocidade média dos participantes, indicando melhora no ganho funcional da marcha destes indivíduos.

Palavras-chave


AVC; hemiparesia; reabilitação; treinamento aeróbico

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v19i2.1096

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement