TREINAMENTO PLIOMÉTRICO DE MEMBROS SUPERIORES E INFERIORES EM 5 SEMANAS MELHORA DESEMPENHO FÍSICO DE ESTUDANTES DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Isaias Soares da Silva, Marco Antônio Timóteo Rodrigues, Rogério da Silva Bittencourt, Wilian dos Santos Bento, João Batista Ferreira Junior, Frederico Souzalima Caldoncelli Franco

Resumo


O objetivo do estudo foi investigar o impacto de 5 semanas de treinamento pliométrico em membros superiores e inferiores sobre parâmetros antropométricos e desempenho físico em estudantes de educação física. Foram recrutados 16 estudantes do sexo masculino de 18 a 23 anos divididos em 2 grupos (Controle e Treino). O grupo Treino foi submetido ao treinamento pliométrico de membros superiores e inferiores por 5 semanas com 3 sessões/semana de 30-40 minutos/sessão, composta de 10 exercícios de braço e perna (10-20 repetições/exercício). Antes e imediatamente após o programa pliométrico, os indivíduos foram avaliados por parâmetros antropométricos (peso, estatura, IMC, dobras cutâneas tricipital, supra ilíaca, abdominal e femoral), nível de flexibilidade e desempenho físico (forças palmar, de toque e de ataque, salto vertical, velocidade e agilidade). Dados de flexibilidade e desempenho físico foram avaliados por análise de Teste t de Student e T Pareado, além da correlação de Pearson entre os parâmetros de desempenho físico. Não observou diferença nos parâmetros força palmar, agilidade e nível de flexibilidade entre os grupos e os tempos. O grupo Treino exibiu ganhos no desempenho após 5 semanas de treino pliométrico nos testes de forças de toque e de ataque, saltos verticais e de velocidade. O teste da força de ataque melhorar no grupo Treino entre Reteste e Teste. Identificou ainda correlação positiva entre os testes de forças palmar, toque e ataque com o salto vertical, como também correlação do salto vertical com a velocidade e agilidade. Conclui-se que 5 semanas de programa pliométrico melhoraram o desempenho da força de toque e ataque em membros superiores e de velocidade e salto vertical em membros inferiores, bem como relacionou o desempenho dos parâmetros neuromusculares anaeróbicos de membros inferiores e superiores.

Palavras-chave


Performance; Força explosiva; Salto vertical; Velocidade; Agilidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.31501/rbcm.v29i1.12284

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement