DEFICIÊNCIA VISUAL: UMA REVISÃO FOCADA NO EQUILÍBRIO POSTURAL, DESENVOLVIMENTO PSICOMOTOR E INTERVENÇÕES

Estele Caroline Welter Meereis, Luiz Fernando Cuozzo Lemos, Gabriel Ivan Pranke, Rudi Facco Alves, Clarissa Stefani Teixeira, Carlos Bolli Mota

Resumo


O equilíbrio postural é base para todos os movimentos, sendo influenciado pelos sistemas sensoriais: visual, vestibular e proprioceptivo. Portanto, a privação de algum desses sistemas, como no caso da deficiência visual, poderá trazer consequências importantes para o equilíbrio postural e consequentemente para o desenvolvimento motor. O objetivo do estudo foi analisar a influência do sistema visual no equilíbrio e no desenvolvimento motor, bem como os métodos de intervenção utilizados diante da deficiência visual. Foi realizada uma busca bibliográfica utilizando os termos: cegueira, equilíbrio postural, desempenho motor, fisioterapia, blindness, postural balance, psychomotor performance, physical therapy., nas bases de dados SCIENCE DIRECT e SCIELO . Foram incluídos artigos indexados entre 1990 e 2010. Os estudos remetem que a percepção visual é uma função complexa e importante para a coordenação motora e equilíbrio postural, os quais são altamente prejudicados na deficiência visual. Para minimizar os prejuízos decorrentes, são sugeridas intervenções utilizando a fisioterapia (método de estimulação precoce), equoterapia e dança. Foram encontradas associações positivas entre as diferentes práticas de intervenção e melhora no equilíbrio postural e desenvolvimento psicomotor de deficientes visuais, porém a confirmação dos resultados ficou limitada devido às amostras serem pequenas. Sugere-se, a realização de estudos com tamanho maior de amostra e com a utilização de testes equivalentes, possibilitando analisar quais os métodos que oferecem maiores benefícios aos deficientes visuais.

Palavras-chave


deficiência visual, equilíbrio postural, desenvolvimento psicomotor, fisioterapia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v19i1.1377

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement