CARACTERÍSTICAS DO PROTOCOLO DE EXERCÍCIOS FÍSICOS PARA ATENÇÃO PRIMÁRIA AO DIABETES TIPO 2

André de Oliveira Bernardini, Rodrigo Minoru Manda, Roberto Carlos Burini

Resumo


O diabetes tipo 2 (DT2) não tem origem genética ainda bem definida, contudo, credita-se o crescente número dos pacientes aos fatores ambientais e comportamentais. Por meio de exercício físico e dieta, indivíduos com tolerância alterada à glicose (IGT) e glicemia de jejum alterada (IFG), denominados pré-diabéticos, podem retardar ou até mesmo evitar a instalação do DT2. A partir da análise dos trabalhos publicados, constatou-se que exercícios aeróbios trazem melhora na capacidade cardiorrespiratória, aumentam a oxidação de gordura e diminuem o tecido adiposo, enquanto o treinamento de resistência caracteriza-se por aumentar ou manter a musculatura, mesmo em presença de perda de peso, aumenta a capacidade funcional e melhora a sensibilidade à insulina. Evidencia-se, portanto, que os efeitos dos tipos de exercícios (aeróbios e força) são complementares e benéficos ao paciente pré-diabético ou mesmo com DT2.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v18i3.1601

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement