COUNTER MOVEMENT E SQUAT JUMP: ANÁLISE METODOLÓGICA E DADOS NORMATIVOS EM ATLETAS

Mayra Eugenio Rodrigues, João Carlos Bouzas Marins

Resumo


Diferentes modalidades esportivas utilizam a força explosiva de componente vertical como fator determinante do rendimento, entre estas destacam-se principalmente o futebol, voleibol e basquetebol. A potência dos membros inferiores é exigida nestas modalidades especificas onde o nível de força gerado pode ser o diferencial no rendimento do atleta. Assim, o counter movement jump e squat jump ou saltos com contra-movimento e sem contra-movimento, respectivamente, são procedimentos de controle usuais para treinadores, preparadores físicos e fisioterapeutas para determinar a capacidade física de um atleta, para medir o resultado de um programa de formação, e como uma medida funcional de preparação de um atleta para retornar ao esporte após uma lesão. O presente estudo reuniu informações a partir da literatura disponível sobre os principais aspectos metodológicos envolvidos na mensuração da força explosiva de membros inferiores utilizando o counter movement jump e squat jump, identificando os aspectos relacionados à validade, fidedignidade, objetividade, indicações para os mais variados desportos, recomendações metodológicas para sua aplicação e possíveis erros. Assim, oferece ao leitor um levantamento de estudos para compor uma base de dados com valores de referência em diferentes modalidades esportivas.

Palavras-chave


Avaliação física, força explosiva, salto vertical

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v19i4.1613

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement