CONHECIMENTO DAS PRÁTICAS DE HIDRATAÇÃO DOS ATLETAS DE VÔLEI DE PRAIA DO ESTADO DE SERGIPE

Eduardo Seixas Prado, Wendell da Silva Gonzaga, Estélio Henrique Martin Dantas

Resumo


O treinamento físico exige do atleta um bom estado de hidratação, pois a manutenção de níveis adequados de água pode favorecer o desempenho. O estudo verificou que o conhecimento sobre hidratação de um grupo de atletas de voleibol de praia do Estado de Sergipe. O estudo contou com trinta atletas do sexo masculino foram avaliados. Foi utilizado um questionário padronizado com 18 questões sobre hidratação. ~50%-60% dos atletas se hidratam em sessões de treinamento ou competições, tanto antes, durante e após tais eventos. A solução mais consumida para hidratação entre os atletas foi água. A maioria dos atletas (63%) consome líquidos antes da sensação de sede. Quase metade dos sujeitos (40%) não faz uso da mensuração de massa corporal, antes e após sessões de treinamento ou competições, como forma de avaliação do estado de hidratação. Apenas 27% dos atletas exibiram uma idéia correta sobre a freqüência e volume de hidratação. A maioria dos sujeitos (57%) nunca teve uma orientação sobre a melhor forma de hidratação, e entre aqueles que tiveram tal informação, isto foi feito pelo médico (33%) e nutricionistas (11%). Conclui-se que os atletas sergipanos de vôlei de praia demonstraram um pobre conhecimento sobre hidratação e apresentaram hábitos inadequados de reposição de líquidos. Isto indica que informação sobre hábitos adequados de hidratação é necessária.

Palavras-chave


exercício físico; ingestão de líquidos; desidratação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v18i3.1645

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement