ALTERAÇÕES POSTURAIS EM ESCOLARES DO ENSINO FUNDAMENTAL DE UMA ESCOLA DE TEUTÔNIA/RS

Matias Noll, Bruna Nichele da Rosa, Cláudia Tarragô Candotti, Tássia Silveira Furlanetto, Kaanda Nabilla Souza Gontijo, Juliana Adami Sedrez

Resumo


Este estudo teve como objetivo verificar, por meio da fotogrametria, se existe diferença na prevalência de alterações posturais entre os sexos, masculino e feminino, e verificar se existe um aumento desta prevalência com o avanço da idade em escolares do Ensino Fundamental de uma escola da cidade de Teutônia, Rio Grande do Sul. A amostra, composta por 65 escolares, foi submetida a uma avaliação postural, a qual consistiu na palpação e marcação de pontos anatômicos, com marcadores reflexivos, no plano sagital (PS) e plano frontal (PF). Em seguida, ocorreram registros fotográficos dos indivíduos em ortostase, no PS (na posição de perfil direito) e no PF (na posição de costas). As imagens foram digitalizadas e analisadas pelo software DIPA, sendo obtidas informações quantitativas da postura. Os resultados analisados por meio de estatística descritiva demonstraram que as principais alterações encontradas foram: (1) no PS, desequilíbrio anterior (53,8%), hiperlordose lombar (46,2%), hipercifose dorsal (40%), coluna cervical anteriorizada (36,9%); e no (2) PF, escoliose (63,1%), desalinhamento dos ombros (36,9%), desequilíbrio corporal direito (32,3%) e joelho valgo (24,6%). Os resultados demonstraram também que (1) existe diferença significativa entre os sexos apenas no PS no equilíbrio corporal e na postura da coluna dorsal, e que (2) não existe diferença significativa entre os grupos etários para todas as variáveis nos planos PS e PF. Concluiu-se que a prevalência de alterações posturais nesse grupo de escolares foi alta, estando em acordo com a literatura, o que sugere a necessidade da implantação de programas educativos e preventivos no contexto escolar.

Palavras-chave


Prevalência; Avaliação; Postura; Adolescente.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v20i2.3279

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement