EFEITOS DA CRIOTERAPIA NO MOMENTO MÁXIMO DE FORÇA ISOMÉTRICA DO QUADRÍCEPS

Juliana Barbosa Corrêa, Stella Pelegrini, Ricardo Paniza Ambrosio, Luiz Felipe Afini, Luis Felipe Minechelli, Richard Eloin Liebano

Resumo


Introdução: A crioterapia é utilizada na recuperação de lesões musculoesqueléticas e na melhora da performance de atletas. Embora a crioterapia seja bem fundamentada na literatura em relação a sua eficácia após lesões traumáticas, ainda há divergências quanto às alterações na força muscular. Objetivo: Avaliar os efeitos da crioterapia no momento máximo de força isométrica (MMFI) do quadríceps em momentos distintos no tempo. Métodos: Foram avaliadas 13 mulheres saudáveis e realizadas 4 sessões: (1) mensuração do MMFI sem aplicação de gelo, (2) imediatamente após, (3) 30 minutos e (4) 60 minutos após aplicação de gelo, em dias distintos e com aleatorização dos tempos de avaliação na sessões. Para avaliação da força foi utilizado um dinamômetro isocinético. Resultados: Não houve diferença estatisticamente significante na força de extensores de joelho entre os tempos avaliados. Conclusão: A crioterapia não promoveu alterações no momento máximo de força isométrica do quadríceps por até 60 minutos pós aplicação do gelo.

Palavras-chave


Crioterapia; Dinamômetro de força muscular; Força Muscular

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v20i4.3416

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement