COMPARAÇÃO DA FORÇA MUSCULAR ENTRE MULHERES BRASILEIRAS COM E SEM SOBREPESO/OBESIDADE - DOI: http://dx.doi.org/10.18511/0103-1716/rbcm.v22n1p5-11

Tatiane Gomes Teixeira, Ramires Alsamir Tibana, Denis César Leite Vieira, Vitor Tajra, Sandor Balsamo, Ricardo Yuko Asano, Alessandro de Oliveira Silva, Jonato Prestes

Resumo


A obesidade é atualmente um dos maiores problemas de saúde pública em países desenvolvidos e em desenvolvimento, estudos têm demonstrado que baixos níveis de força muscular estão fortemente associados à prevalência de sobrepeso/obesidade, entretanto, nenhum estudo analisou a força muscular em mulheres com sobrepeso/obesidade brasileiras. O presente estudo pretendeu comparar a força muscular entre mulheres com e sem sobrepeso/obesidade. Nós usamos dados de 36 ( 33,7 ± 7,2 anos) mulheres Brasileiras com sobrepeso/obesidade e 35 mulheres eutróficas (30,3±7,0 anos). A obesidade foi definida de acordo com a Organização Mundial de Saúde e a força muscular foi mensurada através do teste de preensão manual. A força muscular ajustada pelo peso corporal foi significativamente menor em mulheres com sobrepeso/obesidade (p=0,001), além disso, houve uma relação negativa entre a massa corporal (r=-0,52), índice de massa corporal (r=-0,51), circunferência da cintura (r=-0,37) e razão cintura/estatura (r=-0,30). Baixo nível de força muscular relativa pode ser um dos aspectos característicos em mulheres com SM.

Palavras-chave


força muscular; obesidade; sobrepeso; adiposidade corporal.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v22i1.3604

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement