O MULTICULTURALISMO E OS CURRÍCULOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA - DOI: http://dx.doi.org/10.18511/0103-1716/rbcm.v21n2p163-176

Helder Ferreira Isayama, Clarice Noronha Ribeiro, Rodrigo de Oliveira Gomes

Resumo


Nos últimos anos visualizamos um crescimento nas iniciativas referentes aos cursos de graduação em Educação Física no Brasil. Para tanto, o debate acadêmico sobre a temática teve uma ampliação significativa, possibilitando reflexões sobre diferentes perspectivas de currículo e de Educação Física. Nesse contexto, o multiculturalismo é apresentado como uma possibilidade de debates e ações no interior dos currículos, pois aborda a questão da pluralidade cultural tendo como ponto de partida a transformação dos espaços sociais. Dessa forma, esse texto tem como objetivo discutir os limites e possibilidades da construção de currículos multiculturais no campo da Educação Física. Foi possível perceber que as questões do multiculturalismo ainda não são uma realidade na maioria dos cursos de graduação em Educação Física brasileiros e quando presente ainda é de modo esporádico e pouco sistemático, a partir de iniciativas pessoais de alguns professores. Além disso, começa a ter um pouco mais de visibilidade a pesquisa sobre esta temática no interior desse campo, a partir do desenvolvimento de pesquisas sobre etnias, gênero, religiões, dentre outras temáticas ligadas ao multiculturalismo.

Palavras-chave


Educação Física e Treinamento; Currículo; Diversidade Cultural

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v21i2.3862

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement