DISTRIBUIÇÃO E PRODUÇÃO CIENTÍFICA DOS GRUPOS DOS GRUPOS DE PESQUISA EM ENDOCRINOLOGIA E METABOLOGIA DO EXERCÍCIO - DOI: http://dx.doi.org/10.18511/0103-1716/rbcm.v21n4p127-133

Juliano Magalhães Guedes, Rafael Frata Cândido, Alynne Cristian Ribeiro Andaki, Edmar Lacerda Mendes

Resumo


Objetivo: Realizar levantamento nacional da distribuição geográfica e produção científica de Grupos de Pesquisa em Endocrinologia e Metabolismo do Exercício (GPEME). Materiais e Métodos: Realizou-se busca sistemática no banco de dados do Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq pelo número de GPEME e pela produção científica do(s) seu(s) líder(es) no período de julho a agosto de 2012. Resultados: A região Sudeste apresentou maior concentração (70,2 %; n = 33) dos GPEME, seguida das regiões Sul e Nordeste, ambas com 10,6 % (n= 5) e da região Centro-Oeste (8,6 %; n = 4). Não houve grupos atuantes na região Norte. Os GPEME encontrados na região Sudeste concentram 77,4 % (n = 3253) da produção científica nacional. Conclusão: Discrepâncias foram encontradas tanto na distribuição geográfica quanto na produção científica dos GPEME no Brasil, concentradas entre as regiões Sudeste e Sul e escassas no Norte.

Palavras-chave


Educação Física; Qualidade de Vida

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v21i4.3931

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement