COMPARAÇÃO DOS NÍVEIS DE ESTRESSE E ESTILO DE VIDA ENTRE PRATICANTES E NÃO PRATICANTES DE GINÁSTICA LABORAL - DOI: http://dx.doi.org/10.18511/0103-1716/rbcm.v22n2p65-71

Marluci Manosso, Fábio Juner Lanferdini, Márcio José Dal'Agnol, Cristian Roncada, Caroline Pieta Dias

Resumo


Introdução: A ginástica laboral (GL) pode ser um meio eficaz para a redução dos níveis de estresse contribuindo para hábitos de vida saudável. Objetivo: comparar os níveis de estresse e estilo de vida de praticantes e não praticantes de GL. Materiais e métodos: 228 funcionários de ambos os sexos (32±10 anos), divididos em G1 (n=114) praticantes de GL e G2 (n=114) não praticantes de GL. Foi aplicado o Inventário de Sintomas de Stress de Lipp (ISSL) e o Perfil de Estilo de Vida (PEVI) de Nahas. Resultados: O G2 apresentou níveis aumentados de estresse (p=0,001). Ambos os grupos apresentaram maior frequência na fase resistência do estresse. No PEVI, identificou-se diferenças para atividade física (p=0,001) e controle do estresse (p=0,005), sendo que G1 apresentou melhores índices de estilo de vida positivo. Conclusão: Praticantes de GL tendem ser menos estressados e a ter um estilo de vida mais saudável em relação aos não praticantes.

Palavras-chave


Ginástica; Estresse; Estilo de vida.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v22i2.3961

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement