AMBIENTE ESCOLAR E ATIVIDADE FÍSICA: ANÁLISE DAS VARIÁVEIS E INSTRUMENTOS UTILIZADOS EM ESTUDOS NA AMÉRICA DO NORTE E EUROPA - DOI: http://dx.doi.org/10.18511/0103-1716/rbcm.v22n1p157-167

Erinaldo Luiz Andrade, Aylton Figueira Jr, Maria Luiza de Jesus Miranda

Resumo


O objetivo dessa revisão foi analisar os estudos que verificaram a influencia do ambiente escolar em relação à prática e nível de atividade física de crianças e adolescentes da América do Norte e Europa, discutindo suas amostras, variáveis e instrumentos utilizados. Foram pesquisados artigos publicados entre 2000 a 2012, buscando pelas palavras-chave “environment and physical activity and school” nos títulos ou abstract, onde foram localizados 372 referencias. Permaneceram para análise 32 estudos que consistentemente evidenciaram associação entre o ambiente e atividade física. Os estudos foram analisados a partir das características amostrais considerando número de participantes, escolas envolvidas, grupos entrevistados (crianças, adolescentes, pais, diretores, professores) e faixa etária dos grupos. Os instrumentos utilizados para determinar o nível e a prática de atividade física foram específicos em função da concepção metodológicas e objetivos dos estudos. A analise ambiental foi realizando considerando os determinantes da atividade física nos seguintes domínios: Ambiente físico, ambiente social, equipamentos e instalações disponíveis e politica da escola relacionados a atividade física. Observando as características dos estudos no diferentes continentes, verifica-se que nos países europeus não foram observadas preocupações relacionadas ao ambiente social, tendo maior ênfase no ambiente natural e construído como facilitadores para prática de atividade física. Uma análise mais aprofundada dessas relações em diferentes países e grupos culturais trariam resultados que poderiam ser utilizados para o planejamento de estratégias especificas em relação ao ambiente escolar maximizando a participação da atividade física entre crianças e adolescentes. No entanto, em ambos os continentes poucas evidências examinaram simultaneamente diferentes características dos ambientes escolares (programas, políticas e recursos) associados com atividade física.

Palavras-chave


: ambiente; atividade física; escola; crianças;adolescentes

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v22i1.4339

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement