A CONSTITUIÇÃO DOS CURSOS DE FORMAÇÃO INICIAL EM EDUCAÇÃO FÍSICA NO BRASIL

Autores

  • Evandro Antonio Corrêa Faculdade de Educação Física de Barra Bonita
  • Luiz Henrique da Silva Universidade Estadual de Santa Cruz - Ilhéus - BA
  • Thiago Farias da Fonseca Pimenta UNIBRASIL Centro Universitário e da Universidade Positivo (UP)
  • Alexandre Janotta Drigo Programa de Pós-graduação em Ciências da Motricidade pela UNESP, Campus Rio Claro.

DOI:

https://doi.org/10.18511/rbcm.v24i1.6039

Resumo

Este artigo objetivou realizar um levantamento e reflexão referente a composição dos cursos de formação inicial em Educação Física (EF) no Brasil acerca do crescimento do número destes cursos ao longo da história com questões legislativas e exigências atuais do mercado. Realizou-se um levantamento dos cursos a partir das informações disponíveis no banco de dados do e-MEC, com tratamento estatístico descritivo, verificando a distribuição dos cursos em função da Região Administrativa, Currículo e Instituição, a partir da década de 30. De forma geral, observamos que houve um aumento considerável nos cursos de EF no país a partir da década de 70, havendo um novo impulso na década de 90. Atualmente, há 1152 cursos de EF (bacharel e licenciatura), e a região sudeste concentra aproximadamente 50% de todos os cursos de EF, sendo que a iniciativa privada é responsável por cerca de 77% de todos os cursos de EF no país. Nas Regiões Norte, Nordeste e Centro Oeste há uma predominância da licenciatura com 68% em relação ao bacharelado com 32%. As Instituições Ensino Superior seriam como agentes de desenvolvimento econômico e social, além do foco em áreas estratégicas/prioritárias de estudo e de pesquisa e fortalecendo nos últimos anos a internacionalização da educação superior. Por fim, houve, nos últimos 10 anos, um aumento massivo ao acesso ao ensino superior no País e de novas possibilidades estratégicas para a expansão e melhoria qualitativa para o ensino superior. A Educação Física (Licenciatura/Bacharelado) – possibilita evidenciar que a política para a educação superior deve enfatizar a inovação, o empreendedorismo, a competitividade, a formação e atração de capital humano, a mobilidade internacional e o envolvimento com a internacionalização da educação superior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Evandro Antonio Corrêa, Faculdade de Educação Física de Barra Bonita

Doutorando em Ciências da Motricidade -Pedagogia da Motricidade Humana UNESP/Rio Claro; Mestre em Ciências da Motricidade -Pedagogia da Motricidade Humana UNESP/Rio Claro; Especialista em Metodologia e Gestão para Educação a Distância - Universidade Anhanguera Uniderp; Especialista em Lazer e Animação Sócio-Cultural - UEL/PR; Especialista em Educação Ambiental - SENAC/RJ; Licenciatura Plena em Educação Física pela Escola Superior de Educação Física de Avaré (1998); Membro do NEPEF - Núcleo de Estudos e Pesquisa em Formação Profissional no Campo da Educação Física UNESP-Rio Claro; Professor na Fundação Barra Bonita de Ensino FAEFI (Faculdade de Educação Física de Barra Bonita); Professor Centro Universitário Hermínio Ometto - Uniararas; Membro pesquisador Associação Brasileira de Pesquisa e Pós Graduação em Estudos do Lazer (ANPEL); Membro Grupo de estudos socioculturais, históricos e pedagógicos da Educação Física Unesp-Bauru; Membro Núcleo de Estudos e Pesquisa das Abordagens Táticas nos Esportes Coletivos (NEPATEC) Unesp-Bauru. Tem experiência na área de Educação Física com ênfase em formação e intervenção profissional, atuando principalmente nos seguintes temas: Formação Profissional, Mercado de Trabalho, Lazer, Educação Física Escolar e tecnologia, atividades de aventura.

Luiz Henrique da Silva, Universidade Estadual de Santa Cruz - Ilhéus - BA

Professor Assistente do Departamento de Ciências da Saúde - Universidade Estadual de Santa Cruz - Ilhéus - BA. Doutorando em Ciências da Motricidade - UNESP - Rio Claro - SP.

Thiago Farias da Fonseca Pimenta, UNIBRASIL Centro Universitário e da Universidade Positivo (UP)

Graduado em licenciatura plena em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP/BAURU - (2003), graduado em Pedagogia pela Universidade Nove de Julho (2008), Especialização em esporte escolar pela Universidade de Brasília - Unb (2007), mestrado em sociologia pela Universidade Federal do Paraná - UFPR (2007), Doutorando em Ciências da Motricidade pela Universidade Estadual Paulista UNESP / Rio Claro. Atualmente é professor de ensino superior do UNIBRASIL Centro Universitário e da Universidade Positivo (UP). Possui experiência profissional no ensino superior na Faculdade Integração Tietê - FIT (2 anos), Experiência como professor do quadro efetivo de Educação Física do ensino fundamental e médio do Estado de São Paulo (2 anos), professor do quadro efetivo e técnico de Educação Física - TEF - da Prefeitura Municipal de São Paulo - secretaria de esportes - com atuação em organização de eventos comunitários e esportes coletivos. Praticante de Jiu-Jitsu, Faixa preta 1 DAN de Taekwondo. Área de atuação: Sociologia, com ênfase em sociologia do esporte e lutas atuando principalmente nos seguintes temas: Educação, sociologia do esporte, Lutas, Desenvolvimento a Aprendizagem Motora, Pedagogia do Esporte, Educação Física Escolar e Gestão de esporte e Lazer.

Alexandre Janotta Drigo, Programa de Pós-graduação em Ciências da Motricidade pela UNESP, Campus Rio Claro.

Possui graduação em Bacharelado em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1994), graduação em Bacharelado em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1998), Mestrado em Ciências da Motricidade pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2002) e Doutorado em Educação Física pelo DCE da FEF/ Unicamp (2007). Atualmente está credenciado como Docente e orientador do Programa de Pós-graduação em Ciências da Motricidade pela UNESP, Campus Rio Claro. Tem experiência na área de Educação Física e Biologia, com ênfase na Formação Profissional em Educação Física, atuando principalmente com os seguintes temas: Judô, Artes Marciais, Formação Profissional e Sociologia da Educação Física, Ética e Filosofia, e Metodologia do Treinamento Desportivo.

Downloads

Publicado

2015-09-30

Edição

Seção

Artigo Original