PRODUÇÃO CIENTÍFICA NA ÁREA DA SAÚDE SOBRE DESEMPENHO ACADÊMICO EM UNIVERSITÁRIOS

Autores

  • Fabiano Augusto Teixeira Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Diego Ailton Prudêncio Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Natasha Teixeira da Cunha Melian Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Hedionéia Maria Foletto Pivetta Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Fabiana Flores Sperandio Universidade do Estado de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.18511/rbcm.v24i1.6090

Resumo

Atualmente percebe-se a preocupação por parte da comunidade acadêmica em geral em desvendar quais são os fatores que podem contribuir para o desempenho acadêmico de universitários. Sendo assim, o objetivo deste estudo foi analisar quali-quantitativamente a produção científica na área da saúde acerca do desempenho acadêmico e, verificar os fatores apontados por esses estudos que influenciam no rendimento de universitários. Foram consultadas quatro bases de dados (LILACS, MEDLINE/Pubmed, Bireme e SciELO), utilizando os descritores: “conhecimento/knowledge”, “atitude/attitude” e “formação acadêmica/curriculum”, todos esses descritores foram combinados com o termo “desempenho acadêmico/academic performance”. Incluiu-se artigos científicos publicados em português, inglês e espanhol durante os anos de 2002 e 2014. No total, 2862 artigos foram encontrados, sendo 16 selecionados. Desses, 87% foram publicados na língua inglesa, 50% realizados com universitários do curso de Medicina, sendo que em 2013 houve o maior número de artigos publicados (50%), com maior concentração de artigos no continente asiático (62,5%). Por fim, identificou-se que entre os fatores positivamente correlacionados, a motivação intrínseca foi a maior responsável pelo sucesso acadêmico. Percebeu-se que diversos fatores influenciam no desempenho acadêmico de universitários e as pesquisas tem tido um aumento significativo na produção e veiculação do conhecimento, embora não tenha sido encontrados estudos nacionais que abordem tal temática. Por fim, este estudo almejou promover o estímulo a outras iniciativas na investigação dos diferentes motivos que podem contribuir para que os discentes, ao ingressarem na IES, pública ou privada, tenham êxito na compreensão e detenção de conhecimento, sendo capaz de repassá-lo à sua futura atuação profissional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-12-02

Edição

Seção

Artigo de Revisão