REFLEXÃO SOCIOLÓGICA SOBRE O CONCEITO DE HABITUS RELACIONADO À PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA

Luis Otávio Teles Assumpção, Carlo Henrique Golin

Resumo


O artigo associa a área de Educação Física fazendo uma reflexão sociológica sobre o conceito de habitus relacionado as diferentes práticas de atividades físicas, baseado na teoria de Pierre Bourdieu, os quais são incorporados nesta discussão. O trabalho está orientado numa perspectiva sociológica, mostrando dificuldades em relação as análises puramente individualistas da formação do habitus. O conceito adotado e trabalhado (habitus) envolve inúmeras dimensões coletivas (sociais, culturais, históricas, pedagógicas...) sobre alteração no estilo de vida, especialmente quanto ao incentivo e incremento da prática regulares de atividades físicas. Deste modo, o objetivo do texto foi discutir e contribuir para reflexão sociológica sobre quais seriam os caminhos e a constituição dos hábitos regulares para a realização de atividades físicas. Foi possível indicar aos profissionais de Educação Física uma maior atenção aos múltiplos aspectos que perpassam as questões da criação do habitus, sobretudo quanto as atividades físicas regulares e as suas disposições, adquiridas e consolidadas.

Palavras-chave


Habitus. Educação Física. Educação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v24i3.6533

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement