EFEITO DO EXERCÍCIO RESISTIDO, EXECUTADO EM DIFERENTES HORAS DO DIA NA PRESSÃO ARTERIAL DE IDOSOS HIPERTENSOS

Fabiana Costa Guimarães, Paulo dos Santos Amorim, Fernando Fonseca Reis, Robson Bonoto Teixeira, Tiago Augusto Moura, Claudia Loures de Assis, Walace David Monteiro, Luciana Moreira Lima

Resumo


Diversos estudos demonstram que a atividade física reduz a pressão arterial, porém no que diz respeito aos exercícios resistidos, seus o efeito sobre a pressão arterial (PA) são controversos. O presente estudo centrou-se em avaliar e comparar o efeito hipotensor através da monitorização residencial da pressão arterial (MRPA), depois de uma sessão de exercício resistido realizada por idosos hipertensos em dois horários distintos do dia. Participaram do estudo 6 mulheres (66,6%) e 3 homens (33,3%), com média de idade de 70 ± 5,22 anos e diagnóstico prévio de hipertensão arterial sistêmica grau 1. Os indivíduos participaram de duas sessões de treinamentos com as mesmas características, sendo uma às 8 horas da manhã de uma segunda-feira e outra às 16 horas da tarde de quarta-feira da mesma semana, compostas por exercícios resistidos, com duração média de 60 minutos, combinado por 10 minutos de aquecimento específico. A pressão arterial sistólica (PAS) e diastólica (PAD) foi obtida por equipamento oscilométrico oito vezes ao dia. As médias obtidas nas 48 horas de MRPA para a PAS e PAD não apresentaram diferenças significativas quando foi comparado o exercício às 8:00 horas com o realizado às 16:00 horas. No entanto, foi observada uma redução significativa da PAS pelo menos em um dos momentos estudados (11:00 horas) quando a sessão de exercício foi realizada pela manhã. Este fato não ocorreu quando a sessão de exercício foi realizada à tarde. Conclui-se que independentemente do período de realização dos exercícios resistidos em idosos hipertensos e destreinados, a PAS apresentou diferença quando comparada ao dia sem exercício. Além disso, no que diz respeito ao controle da PA, maiores benefícios foram encontrados quando o exercício foi praticado no período da manhã.

Palavras-chave


Hipertensão arterial sistêmica, Exercícios com resistência, Monitorização Residencial da Pressão Arterial.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v26i1.7696

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement