Síndrome metabólica e fatores de rico cardiovascular associado à gordura corporal em crianças

Aparecido Pimentel Ferreira, Cristiane Batisti Ferreira, Otávio de Toledo Nóbrega, Nancí Maria de França

Resumo


Objetivo: verificar a presença da síndrome metabólica e dos fatores de risco cardiovasculares em crianças, bem como verificar sua associação com o excesso de gordura corporal. Métodos: Foi estudado 109 crianças (55 obesas, 23 sobrepesadas e 31 eutróficas). O estado nutricional das crianças foi definido baseado nas tabelas de IMC/idade do CDC. Os fatores de riscos cardiovasculares foram definidos da seguinte forma: obesidade (IMC > Percentil 95), hipertensão (sistólica ou diastólica ? Percentil 95 ajustado para a estatura, idade e sexo), triglicerídeos ? 110 mg/dl, HDL ? 38 mg/dl, glicemia ? 100 mg/dl. Resultados: A prevalência da síndrome metabólica foi maior nas meninas. As crianças obesas apresentaram maiores valores antropométricas e fisiológicos comparados com as crianças sobrepesadas e com peso normal. A circunferência da cintura apresentou altas associações com a insulina plasmática, resistência à insulina e a pressão arterial. Conclusão: O presente estudo mostrou que o excesso de gordura corporal tem um significante papel no desenvolvimento dos fatores de riscos cardiovasculares e na síndrome metabólica nas crianças.

Palavras-chave


criança; obesidade; sobrepeso; síndrome metabólica

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v17i1.935

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement