Correlação entre Autonomia Funcional e Qualidade de Vida em Idosas

Rosana Dias de Oliveira, Carlos Soares Pernambuco, Rodrigo Gomes de Souza Vale, Estélio Henrique Martin Dantas

Resumo


O objetivo do presente estudo foi verificar o nível de correlação entre a autonomia funcional para as atividades da vida diária (AVD) e a qualidade de vida (QV) em 15 idosas praticantes de hidroginástica (idade = 67,39 ± 4,23 anos; IMC = 28,91 ± 3,41 kg/m2) há, no mínimo, 3 meses. Os sujeitos foram submetidos a uma bateria de 5 testes de autonomia funcional do protocolo GDLAM e a avaliação da QV foi realizada através do questionário WHOQOL-Old. Através do procedimento estatístico de correlação de Pearson, verificou-se uma correlação (r) significativa e inversa entre os testes de C10m e Fac2 (r= -0,651; p=0,009), IG e Fac2 (r= -0,581; p=0,023), LCLC e Fac4 (r= -0,543; p=0,036), C10m e QVG-Old (r= -0,532; p=0,041) e LCLC e QVG-Old (r= -0,597; p=0,019). Entre os demais testes e Facetas, a correlação se apresentou baixa. Isto sugere que os idosos ativos podem melhorar os níveis de QV e o desempenho nas AVD.

Palavras-chave


Exercícios Aquáticos, AVD, Qualidade de Vida, Envelhecimento

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v17i1.967

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement