O fenômeno do MMA na contemporaneidade: um ensaio sobre a relação entre sua veiculação e o público infanto-juvenil

Cristiano Roque Antunes Barreira, Luciana Ferreira Ângelo, Thabata Castelo Branco Telles

Resumo


O presente trabalho objetivou analisar o Projeto de Lei 5.534/2009 do deputado federal José Mentor (PT-SP), cuja proposta visava “proibir a transmissão televisiva de toda e qualquer luta marcial violenta”, com destaque para o MMA (sigla em inglês para mixed martial arts) e seu potencial impacto negativo sobre os espectadores infantojuvenis. A presunção desse impacto, questão pertinente à Psicologia do Esporte, é o que se buscou problematizar e discutir, a partir de três eixos principais: um conceitual e histórico, referente ao MMA; um psicossocial, que investiga as percepções e reações sociais ao fenômeno; e um teórico, relativo ao modo como a criança reage à sua inserção cultural e àquilo que a legislação já prevê a fim de garantir seu direito a um contexto de desenvolvimento saudável.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.31501/rbpe.v9i1.10390