A influência do método pilates sobre os estados de humor

Autores

  • Cristina Carvalho de Melo Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  • David Bassouto Rodrigues Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  • Severino Leão de Albuquerque Neto
  • Mônica Vieira de Souza
  • Franco Noce UFMG

DOI:

https://doi.org/10.31501/rbpe.v10i1.10800

Resumo

O exercício físico é benéfico para a saúde mental dos indivíduos. O método Pilates tem se mostrado capaz de trazer melhorias físicas, psicológicas e sociais para seus adeptos. O objetivo deste estudo foi verificar a influencia do Pilates nos estados de humor. Participaram 56 indivíduos, de ambos os sexos, na faixa etária de 19 a 70 anos, praticantes de Pilates há pelo menos um mês. Foi utilizado o questionário BRAMS antes e após a sessão de Pilates e os escores obtidos foram analisados utilizando a tabela percentil para adultos não-atletas proposta por Rohlfs. Verificou-se, de modo geral, que o Pilates melhorou significativamente o estado de humor dos praticantes, destacando-se as dimensões tensão, depressão e confusão. Conclui-se que a prática de uma sessão de Pilates foi capaz de influenciar positivamente os estados de humor dos praticantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-08-31