Motivação em pilotos de motovelocidade

Autores

  • Caio Fernando Rocha Campos Grupo de Estudos em Esportes a Motor e Performance Física (GEMPEF) – ESEF
  • João Guilherme C. Chiminazzo Unifaj http://orcid.org/0000-0002-0185-3262
  • Marcelo Conte Grupo de Estudos em Esportes a Motor e Performance Física (GEMPEF) – ESEF
  • Paula Teixeira Fernandes GEPEN - Grupo de Estudos em Psicologia do Esporte e Neurociências, Departamento de Ciência do Esporte - FEF/UNICAMP http://orcid.org/0000-0002-0492-1670

DOI:

https://doi.org/10.31501/rbpe.v10i3.11811

Resumo

A motivação é um processo ativo dirigido a uma meta que sofre influências psicológicas e fisiológicas, despertadas a partir de determinantes ambientais e/ou pessoais. Sendo assim, o objetivo desta pesquisa foi verificar os níveis motivacionais e a relação com a idade e o tempo de prática em pilotos de motovelocidade. Participaram 38 praticantes amadores de motovelocidade, adultos, do sexo masculino, independente da categoria e nível de pilotagem. Aplicou-se a Escala de Motivação para o Esporte II antes da bateria durante um Track Day. As informações foram tabuladas de forma sistemática, sendo analisadas através análise estatística descritiva e inferencial. Os resultados mostraram que a motivação externa diferiu de todos os demais níveis motivacionais e que a motivação intrínseca apresentou diferença em relação à motivação introjetada. Além disso, os praticantes com maior idade apresentaram pontuações mais baixas de motivação externa. Por fim, os praticantes de motovelocidade apresentaram maiores níveis de motivação intrínseca, que é a forma mais autodeterminada dentro do continuum da autodeterminação. Conclui-se a maior tendência encontrada nos sujeitos para os níveis motivacionais autodeterminados aponta para um maior compromisso, empenho e satisfação na atividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-31