Ansiedade pré-competitiva e paixão em atletas de futsal paranaense.

Carlos Henrique Prado Coelho Morais, Andressa Ribeiro Contreira, Isabela Martins Mucio, Paulo Vitor Suto Aizava, Lenamar Fiorese, Adolpho Cardoso Amorim

Resumo


O objetivo do estudo foi analisar a ansiedade pré-competitiva e a paixão em atletas de futsal paranaense. Foram sujeitos 51 atletas do Campeonato Paranaense de Futsal 2018. Os instrumentos utilizados foram ficha de identificação, Competitive State Anxiety Inventory-2 e a Escala da Paixão.  Os dados foram analisados pelos testes Kolmogorov-Smirnov, ‘U’ de Mann-Whitney, Kruskal-Wallis e coeficiente de correlação de Spearman (p<0,05). Os resultados apontaram que os atletas se percebem mais autoconfiantes (Md=3,60) e apresentaram valores elevados para paixão harmoniosa (Md=6,00) e obsessiva (Md=5,00). Os atletas com maior tempo de experiência apresentam menor ansiedade cognitiva (Md=1,30) que os atletas com menor tempo de experiência (Md=2,40) (p<0,05). Foram identificadas correlações entre a paixão harmoniosa e ansiedade cognitiva (r=-0,500); autoconfiança e as dimensões harmoniosa e obsessiva da paixão (0,322<r>0,547). Conclui-se que os atletas de futsal do campeonato paranaense são mais autoconfiantes no esporte e apaixonados harmoniosamente pela sua atividade, demonstrando autonomia em suas práticas.

Palavra-chave: ansiedade pré-competitiva; paixão; futsal paranaense.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.31501/rbpe.v10i3.11939