Experiência de participação em competições: um estudo sobre a motivação dos jogadores de basquetebol

Ricardo Pedrozo Saldanha, Marcus Levi Lopes Barbosa, Marcos Alencar Abaide Balbinotti, José Augusto Ayres Florentino, José Carlos de Carvalho Leite, Daiane da Silva Pedreira, Carlos Adelar Abaide Balbinotti

Resumo


Esta pesquisa tem por objetivo descrever e comparar os índices médios obtidos a partir da avaliação de seis dimensões motivacionais: Controle de Estresse, Saúde, Sociabilidade, Competitividade, Estética e Prazer, controlando a variável 'tempo de participação em competições' ('1º ano' e 'mais de 1 ano'). Para tanto, uma amostra de 441 atletas infanto-juvenis, jogadores de basquete, de ambos os sexos e com idades variando de 13 a 16 anos, aos quais responderam o Inventário de Motivação à Prática Regular de Atividade Física e/ou Esporte (IMPRAFE-54). Os resultados indicaram não haver evidências de diferenças (indissociáveis) entre algumas dimensões em cada grupo e haver diferença significativa (F (1, 439) = 6,94; p = 0,009) na comparação entre os grupos.

Palavras-Chave: basquetebol infanto-juvenil; autodeterminação; IMPRAFE-54; motivos à prática.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.31501/rbpe.v8i1.9322