A semiótica atomizada (unidades semióticas)

Luiz Carlos Assis Iasbeck

Resumo


Os avanços relativamente recentes da semiótica - hoje percorrendo um vasto e disperso caminho que vai da semiótica geral à microbiosemiótica - têm permitido que essa ciência comece a experimentar, ela mesma, a necessidade da qual surgiu como solução provisória: fornecer explicações sistemáticas sobre os mecanismos que operam a produção de sentido na comunicação. Neste breve ensaio, três vertentes semiótica advindas, respectivamente, da lingüística, da filosofia e da literatura encontram-se na busca do mesmo objetivo, a partir de diferentes objetos.


Palavras-chave


Semiótica; Comunicação; Produção de sentido

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.31501/comunicologia.v3i1.1715