A Ficção Televisual Contemporânea e a Temática Da Ditadura Militar Brasileira

Autores

  • Elisa Vieira Fonseca Universidade Federal de Santa Maria

DOI:

https://doi.org/10.24860/comunicologia.v10i1.7641

Resumo

Resumo: O presente trabalho propõe-se a examinar a forma como a ficção televisual contemporânea recupera a história e memória da sociedade brasileira, no que concerne a determinados períodos históricos, em específico a ditadura militar. Interroga-se: através de que temáticas e elementos discursivos e expressivos as narrativas articulam a história e a memória da sociedade? Para tal proposição realizou-se uma análise sobre a série Queridos Amigos, veiculada na Rede Globo, convocando conceitos sobre identidade, memória e representação, narrativas televisuais e análise e linguagem audiovisual.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elisa Vieira Fonseca, Universidade Federal de Santa Maria

Cursa Mestrado em Comunicação Midiática, linha Mídia e Identidades Contemporâneas, na Universidade Federal de Santa Maria. Possui graduação em Jornalismo pelo Centro Universitário Franciscano (2008), Especialização em Projetos de Mídia (2009) e Especialização em Cinema pelo Centro Universitário Franciscano (2014). Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Comunicação Visual, atuando principalmente nos seguintes temas: Audiovisual, Cinema e Redes Sociais.

Downloads

Publicado

2017-06-27

Como Citar

Fonseca, E. V. (2017). A Ficção Televisual Contemporânea e a Temática Da Ditadura Militar Brasileira. Comunicologia - Revista De Comunicação Da UCB, 10(1), 67-83. https://doi.org/10.24860/comunicologia.v10i1.7641

Edição

Seção

Artigos Livres