REFORMA GERENCIAL DO ESTADO, TERCEIRO SETOR E VOLUNTARIADO: UMA ANÁLISE DAS AÇÕES DO CENTRO DE VALORIZAÇÃO DA VIDA (CVV) E DA PREVENÇÃO DO SUICÍDIO NO BRASIL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31501/repats.v5i1.9742

Resumo

O trabalho apresenta como problema a análise do processo de prestação de serviços públicos e de descentralização administrativa promovida pelo Estado brasileiro a partir da década de 1990, com ênfase às figuras do terceiro setor que passaram a trabalhar com a questão da prevenção ao suicídio no país. Nesse aspecto, tem como objetivo geral apresentar um panorama histórico do surgimento dos serviços de prevenção social da morte autoprovocada, com destaque para o Centro de Valorização da Vida – CVV, indicando suas origens internacionais a partir da análise da mídia impressa brasileira da época e da escassa produção científica sobre o tema. De modo específico, busca-se identificar as principais características do voluntariado de tal entidade, bem como expor a estrutura organizacional e os princípios norteadores da atuação do CVV. Sob o prisma metodológico, trata-se de uma pesquisa exploratória, de cunho qualitativo, desenvolvida a partir do método histórico. Sobre os instrumentos de coleta de dados, utilizou-se da pesquisa bibliográfica por meio de materiais que deram sustentação teórica à pesquisa, bem como a realização de pesquisa documental indireta junto à mídia impressa brasileira a partir da década de 1950. Nesse ponto, serviu-se do acervo eletrônico da Hemeroteca Digital Brasileira da Biblioteca Nacional, buscando-se em seu sítio eletrônico, a partir de diversos descritores, notícias e reportagens que remontassem ao surgimento e atuação de entidades que militam pela prevenção do suicídio, especialmente o Centro de Valorização da Vida. Como resultados, percebeu-se uma inversão na prestação do serviço público, onde o Estado acabou sendo substituído por segmentos organizados da sociedade civil que, diante da inércia do Poder Público, viu-se compelida a organizar-se com vistas à promoção de qualidade de vida e prevenção do suicídio entre brasileiros.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vitor Hugo Bueno Fogaça, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Graduação em Direito pela Universidade Estadual de Ponta Grossa; Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas pela Universidade Estadual de Ponta Grossa; Doutorando em Ciências Sociais Aplicadas pela Universidade Estadual de Ponta Grossa. Professor Colaborador da Universidade Estadual de Ponta Grossa/Paraná e da Faculdade de Telêmaco Borba. Presidente da Comissão de Saúde da Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção de Ponta Grossa – Paraná. Advogado.

Downloads

Publicado

2018-10-10

Edição

Seção

Artigos