SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO E DIREITOS HUMANOS

Autores

  • Carlos Alberto Molinaro

DOI:

https://doi.org/10.31501/repats.v5i1.9781

Resumo

A característica mais marcante do mundo contemporâneo é que a tecnologia construiu um ambiente absorvente cujas fronteiras marcam a sobrevivência da humanidade. Neste sentido, a técnica envolve muito mais do que a multiplicidade de artefatos produzidos e nos enreda em desejos de consumo, em necessidades predeterminadas, pois não é revelado apenas em uma questão de objetos nas mãos das pessoas. Adquire um contorno particular que constrói uma rede muito complexa em que nossas vidas diárias são incorporadas. Tudo isso forma um sistema complexo. Assim, o caráter sistêmico da tecnologia contemporânea confronta-nos com questões novas e inovadoras, exigindo também novas e criativas dimensões de responsabilidade individual e social. A ciência, por sua vez, nos dá a oportunidade de descobrir o mundo que nos rodeia e nos questionar. Também, o poder político e a administração fornecem os subsídios necessários para compreender as reivindicações científicas e técnicas que procuram a vantagem máxima para grupos específicos da sociedade, ou às vezes para a sociedade no conjunto. Aqui nós pretendemos coletar algumas idéias que confrontam nossa maneira de perceber a política, a economia, e a lei para debater a necessidade de atualizar a lei. A metodologia empregada centra-se na narrativa apoiada pela literatura especializada sobre o assunto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Alberto Molinaro

Doutor em Direito. Professor do Programa de Pós-Graduação em Direito - Mestrado e Doutorado – da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS.

Downloads

Publicado

2018-10-10

Edição

Seção

Artigos