Análise contrastiva da variação do objeto direto no espanhol cubano e no português brasileiro de um falante bilíngue

Cintia da Silva Pacheco, Thatianne Rodrigues Silveira dos Santos, Ramon Saymon Oliveira

Resumo


O objetivo do trabalho é mostrar possíveis interferências da língua materna adquirida (espanhol cubano) na língua aprendida (português brasileiro) ou vice-versa. O fenômeno linguístico variável a ser pesquisado é a retomada anafórica do objeto direto de terceira pessoa do singular em ambas as línguas com as variantes (i) retomada do sintagma nominal; (ii) objeto nulo; (iii) pronome clítico; (iv) pronome lexical “ele”, sendo essa variante mais típica do português. Assim, a contribuição principal do trabalho é registrar a existência do objeto nulo também na variedade cubana, o que só havia sido constatado em trabalhos com variedades de Madri e Montevidéu (SIMÕES, 2014) e Paraguai (SANTOS, 2013). Nossa pesquisa é norteada pelo modelo teórico-metodológico e pelos princípios da sociolinguística variacionista de Labov (2008).

Texto completo:

PDF


Revista de Letras - ISSN 1982-842X

Universidade Católica de Brasília
Curso de Letras - Bloco E - Sala E011
QS 07 - Lote 01 - EPCT - Águas Claras
CEP 71966-700 - Taguatinga, DF
Brasil - (61) 3356-9139
Brasil
RevistadeLetrasUCB@gmail.com