Interferência da Língua Materna no Aprendizado da Língua Inglesa: o uso de substantivos e determinantes por alunos de uma escola de idiomas do DF

Raissa Barboza Ferreira

Resumo


O presente artigo trata sobre as influências do português brasileiro no processo de aprendizagem da Língua Inglesa como Língua Estrangeira. Objetivamos verificar como os alunos de nível intermediário de uma escola de idiomas no Distrito Federal usam na escrita os substantivos contáveis e não contáveis em conjunto com os determinantes centrais. Além disso, serão verificados se os erros cometidos por esses alunos são referentes à interferência da língua materna deles. Para obter esses dados, os alunos produziram um texto escrito em Língua Inglesa com tema determinado. Os resultados mostram que os substantivos que são classificados em contáveis ou não-contáveis de forma diferente na Língua Inglesa da Língua Portuguesa apresentam uma maior porcentagem de erros, confirmando a teoria da interferência entre as línguas.



Revista de Letras - ISSN 1982-842X

Universidade Católica de Brasília
Curso de Letras - Bloco E - Sala E011
QS 07 - Lote 01 - EPCT - Águas Claras
CEP 71966-700 - Taguatinga, DF
Brasil - (61) 3356-9139
Brasil
RevistadeLetrasUCB@gmail.com