A construção da identidade do narrador de Dois Irmãos: relações intersígnicas entre o romance de Hatoum e a adaptação para Graphic Novel de Moon e Bá

Kingsley Morais Resplandes de Araújo

Resumo


Milton Hatoum é um dos principais nomes do pós-modernismo brasileiro. Dois Irmãos, seu segundo romance é uma de suas obras mais premiadas e rendeu uma adaptação para graphic novel pelos renomados quadrinistas Fábio Moon e Gabriel Bá. Além do ponto central da narrativa, que é a relação conflituosa entre Yaqub e Omar, outro aspecto interessante a se analisar na obra é a evolução da identidade do narrador no decorrer da narrativa. Essa construção identitária, tanto no romance, quanto na adaptação para graphic novel de Dois Irmãos é aqui analisada sob as concepções de identidade de Stuart Hall e Zygmunt Bauman, traçando então um paralelo entre esses teóricos e a evolução da identidade do narrador através das obras. Além disso, é interessante analisar sob o ponto de vista de Plaza e seus estudos sobre Tradução Intersemiótica a forma como a obra de Hatoum dialoga com a adaptação de Fábio Moon e Gabriel Bá.



Revista de Letras - ISSN 1982-842X

Universidade Católica de Brasília
Curso de Letras - Bloco E - Sala E011
QS 07 - Lote 01 - EPCT - Águas Claras
CEP 71966-700 - Taguatinga, DF
Brasil - (61) 3356-9139
Brasil
RevistadeLetrasUCB@gmail.com