Violência, estados falidos e novas guerras como novos temas de segurança internacional nas relações internacionais contemporâneas

Autores

  • Ana Júlia de Freitas Sergio

Resumo

Tendo em vista que, com o fim da Guerra Fria, os conflitos se tornaram mais complexos e profundos, o artigo teve como meta contribuir na compreensão de como a Violência, os Estados falidos e as Novas Guerras são significativos para se analisar a Segurança Internacional dentro das Relações Internacionais Contemporâneas; e frisar a importância do debate no alerta para as redes complexas que ganharam espaço nessa reconfiguração da ordem mundial, já que o foco da sociedade internacional voltou-se para os conflitos da periferia global que podem afetar a arena internacional como um todo. Conclui-se então que, no momento em que um Estado falha ou entra em colapso, ele rompe com suas responsabilidades básicas; não cumpre o contrato social e nem os requisitos internacionais que promovem a segurança em um sistema anárquico; perde sua legitimidade; e gera imensos vácuos de poder que, consequentemente, empoderam atores não estatais e entidades criminosas e põem em xeque a segurança nacional, regional e internacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-08-27

Como Citar

Sergio, A. J. de F. (2021). Violência, estados falidos e novas guerras como novos temas de segurança internacional nas relações internacionais contemporâneas. Conexões Internacionais, 2(1). Recuperado de https://portalrevistas.ucb.br/index.php/ci/article/view/13311

Edição

Seção

Artigos