INCLUSÃO DE ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO ENSINO REGULAR: CONCEPÇÕES, ATITUDES E CAPACITAÇÃO DOS PROFESSORES

Gracy Kelly Pereira de Souza, Elvio Marcos Boato

Resumo


O presente estudo teve por objetivo verificar as concepções e atitudes dos professores de
Educação Física (EF) em relação à inclusão de alunos com Necessidades Educacionais Especiais (NEE)
nas aulas de EF do ensino regular e o nível de capacitação desses professores para lidar com o processo
de inclusão em suas aulas. A amostra foi constituída de 30 professores de EF da Secretaria de Estado de
Educação do Distrito Federal. Para coleta de dados foi utilizado como instrumento um questionário
elaborado para este estudo, composto por 14 questões fechadas. A análise das respostas foi feita de maneira descritiva a partir dos resultados estatísticos obtidos e comparados com a literatura. Os resultados demonstram que as concepções e atitudes dos professores são contraditórias, divididas entre positivas para a inclusão e tendenciosas à segregação. Esse fato pode, em parte, ser explicado pelo fato dos professores que participaram da pesquisa não se considerarem capacitados para o atendimento de alunos com NEE nas aulas de EF em classes comuns, apesar de se mostrarem simpáticos ao processo. Sendo assim, o presente estudo, a partir das respostas dos professores e, em conformidade com a literatura, verificou a necessidade de um projeto de capacitação profissional que se inicie nos cursos de formação de professores e que se perpetue por toda sua vida profissional, visto que o professor é um dos principais
agentes da inclusão educacional de alunos com NEE no ensino comum.

Palavras-chave


Capacitação profissional. Inclusão educacional. Necessidades Educacionais Especiais

Texto completo:

PDF