O NÍVEL DE CONHECIMENTO DOS CICLISTAS EM RELAÇÃO AO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO

Eduardo Costa Martins, Francisco José Andriotti Prada

Resumo


É notório que o ciclismo está amplamente difundido pelo mundo. Muitos são os fatores de risco e de segurança
associados à modalidade ciclismo de estrada. Assim, surgiu a idéia de analisar o nível de conhecimento dos ciclistas em relação ao Código de Trânsito Brasileiro, a partir de questionário de pesquisa aplicado em 100 ciclistas, sendo 70% do sexo masculino (32,5 anos ± 7,52) e 30% do sexo feminino (35,4 anos ± 7,71). Concluiu-se a partir desta pesquisa que a maioria dos ciclistas de Brasília apresenta um ótimo conhecimento sobre boa parte das leis de trânsito brasileira relacionadas ao ciclismo, sendo que muitos deles também são
motoristas e respeitam as leis de transito. Já para questões relacionadas aos itens de segurança obrigatórios, o nível conhecimento por parte dos ciclistas é bom, apresentando uma controvérsia apenas quanto ao uso obrigatório da campainha e do capacete. O perfil do nível de conhecimento dos ciclistas é considerado equilibrado quanto ao gênero e a renda familiar aproximada, tendo alguma diferença significativa somente entre
os níveis de escolaridade.

Palavras-chave


Leis de trânsito. Segurança. Veículo de propulsão humana

Texto completo:

PDF