NÍVEL DE ATIVIDADE FÍSICA E CAPACIDADE AERÓBICA DE ESCOLARES DO ENSINO PÚBLICO E PRIVADO DA ZONA SUL DE TERESINA

Stanley Lustosa de Vasconcelos, Zulmira Barreira Soares-Neta, Ana Maria da Silva Rodrigues, Alex Soares Marreiros Ferraz

Resumo


O principal propósito deste estudo foi verificar o nível do condicionamento aeróbico e de atividade física de estudantes de diferentes condições sócio-econômicas residentes na zona sul de Teresina. A amostra constitui-se de 70 alunos de ambos os sexos, com idade entre 10 e 12 anos, participantes da disciplina educação física de uma escola pública e uma escola privada. Foram utilizados como instrumentos para a coleta de dados um questionário auto-recordatório de atividade física, teste corrida/caminhada de 9 minutos para a avaliação da capacidade aeróbica, além da mensuração de dados antropométricos (peso e estatura) para a verificação do índice de massa corporal (IMC). Para os procedimentos estatísticos utilizou-se ANOVA com pós-teste de Tukey e coeficiente de correlação de Person (p < 0,05). Os resultados mostraram similaridade entre os grupos, para todas as variáveis estudas, com exceção do condicionamento aeróbico, que mostrou resultados maiores para as crianças do sexo masculino. Outro aspecto que chama a atenção é que diferente do proposto na literatura, não foram observadas diferenças entre o nível de atividade física entre meninos e meninas. Conclui-se que a maior capacidade aeróbica dos meninos não está relacionada ao nível de atividade física.

Palavras-chave


Atividade Física, Capacidade Aeróbica, Educação Física Escolar

Texto completo:

PDF