ANÁLISE DA COMPOSIÇÃO CORPORAL E PRESSÃO ARTERIAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES DE UMA ESCOLA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE NOVA IGUAÇU

Autores

  • Leandro Moura Fernandes Universidade Iguaçu - UNIG
  • Renato Sobral Monteiro Junior

Resumo

Objetivo: Método: Foi avaliado o IMC, percentual de gordura e pressão arterial de 60 alunos (36 meninos e 24 meninas) de 6 a 13 anos de idade do 1º a 5º ano do ensino fundamental de uma escola pública do município de Nova Iguaçu. Resultados: Nas classificações do IMC e % G, o índice de normalidade obteve a maior frequência. Houve relação entre o IMC e %G (R²=0,61; P<0,001). Também houve relação entre o IMC, %G e PAS (R²=0,53; P<0,001) e IMC, %G e PAD (R²=0,34; P<0,001). Os valores de IMC e PAS e PAD apresentaram diferenças significativas entre crianças e adolescentes. Entre as crianças não obesas e obesas ocorreu diferença significativa de PAS e PAD (P < 0,05). Conclusão: O índice de obesidade e sobrepeso não foi expressivo entre crianças e adolescentes. Apesar disso, os poucos avaliados que apresentaram maior perfil lipídico mostraram um aumento expressivo da PA. O nível socioeconômico pode ter influenciado o nível de atividade física e hábitos alimentares dos escolares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leandro Moura Fernandes, Universidade Iguaçu - UNIG

Discente do Curso de Graduação em Educação Física da Universidade Iguaçu, Nova Iguaçu, Rio de Janeiro.

Renato Sobral Monteiro Junior

Docente do Curso de Graduação em Educação Física da Universidade Iguaçu, Nova Iguaçu, Rio de Janeiro; Doutorando em Neurologia – Neurociências pela Universidade Federal Fluminense; Membro do Laboratório de Neurociência do Exercício (LaNEx).

Downloads

Publicado

2014-10-10

Edição

Seção

Educação Física Pesquisa