PREVALÊNCIA DE SOBREPESO E OBESIDADE EM ADOLESCENTES DA ZONA SUL DE SÃO PAULO

Autores

  • Brendon Souza Bonifácio UNASP - Centro Universitário Adventista de São Paulo
  • Natália Cristina de Oliveira UNASP - Centro Universitário Adventista de São Paulo
  • Leslie Andrews Portes UNASP - Centro Universitário Adventista de São Paulo
  • Everton Padilha Gomes InCor (Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo)

Resumo

A obesidade é considerada um dos maiores problemas de saúde pública da atualidade, pois gera aumento no risco de morbidade para as principais doenças crônicas. Adolescentes obesos possuem mais chances de se tornarem adultos obesos que indivíduos eutróficos da mesma faixa etária. Assim, o objetivo deste estudo foi verificar a prevalência de sobrepeso e obesidade em estudantes do ensino médio em uma escola privada da cidade de São Paulo. Foram estudados 611 adolescentes de ambos os sexos, com idades entre 14 e 18 anos. Os participantes foram avaliados quanto ao peso, estatura e percentual de gordura corporal. A análise revelou que entre os adolescentes, 25,62% no sexo feminino (moças) e 27,88% no sexo masculino (rapazes) foram considerados em sobrepeso ou obesidade de acordo com o IMC. Entretanto, de acordo com o percentual de gordura, 62,14% das moças e 34,67% dos rapazes possuíam adiposidade excessiva ou obesidade. Encontramos, ainda, alta correlação entre IMC e percentual de gordura nos dois grupos (moças r= 0,8; rapazes r= 0,85). A prevalência de sobrepeso e obesidade foi elevada e superior nas moças e, apesar da alta correlação entre IMC e percentual de gordura, o IMC isoladamente não foi um bom indicador da adiposidade corporal nessa faixa etária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Brendon Souza Bonifácio, UNASP - Centro Universitário Adventista de São Paulo

Profissional de Educação Física, graduado pelo Centro Universitário Adventista de São Paulo (UNASP). Estagiário em pesquisa clínica no Estudo Advento - Hospital Universitário da USP.

Natália Cristina de Oliveira, UNASP - Centro Universitário Adventista de São Paulo

PhD, Docente do Mestrado em Promoção da Saúde do UNASP (Centro Universitário Adventista de São Paulo). Líder do Grupo de Pesquisas em Exercício Físico, Estilo de Vida e Promoção da Saúde (UNASP). Docente dos cursos de Bacharelado e Licenciatura em Educação Física do UNASP

Leslie Andrews Portes, UNASP - Centro Universitário Adventista de São Paulo

Mestre e Doutorando em Ciências da Saúde, Docente do Mestrado em Promoção da Saúde do UNASP (Centro Universitário Adventista de São Paulo). Líder do Grupo de Pesquisas em Exercício Físico, Estilo de Vida e Promoção da Saúde (UNASP).1. Coordenador e professor do Laboratório de Fisiologia do Exercício (LAFEX) do UNASP.

Everton Padilha Gomes, InCor (Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo)

Médico, Especialista em Clínica Médica, Cardiologia e Medicina Intensiva. Intensivista do InCor (HC-FMUSP). Plantonista da disciplina de Anestesiologia, Dor e Terapia Intensiva do Hospital São Paulo (UNIFESP). Chefe da Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Adventista de São Paulo.

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2014-10-10

Edição

Seção

Educação Física Pesquisa