SARCOPENIA, EXERCÍCIO FÍSICO E ENVELHECIMENTO

Rodrigo Silva Perfeito, Emerson da Costa Rocha

Resumo


Atualmente, estudos apontam para o aumento da expectativa de vida mundial e do número de indivíduos idosos. No entanto, atrelado ao aspecto positivo de viver mais, existe a diminuição funcional dos sistemas corporais, que provoca entre diversas repercussões, a diminuição da massa e da força muscular, chamado de sarcopenia. Existem diversos fatores que influenciam na intensidade deste processo, como a má nutrição, o uso de medicamentos, presença de doenças e sedentarismo, dificultando a autonomia e execução das AVD´s por parte do idoso. Utilizando a variável exercício, devemos refletir sobre os efeitos positivos que o mesmo pode causar na minimização desta desconformidade, e por esse motivo, tal estudo visa apresentar uma revisão da literatura apontando o exercício físico como tratamento não farmacológico da sarcopenia e melhora da qualidade de vida. Como conclusão, acreditamos que o exercício físico sistematizado provoca adaptações favoráveis quanto à minimização da perda de massa e força muscular, favorecendo um envelhecimento ativo e mais autônomo.

Palavras-chave


Envelhecimento; exercício físico; sarcopenia.

Texto completo:

PDF